quinta-feira, novembro 20, 2014

Está faltando atitude, da prefeita e da secretária, diz leitor

Parente, a impressão que dá é que a atual administração, incluindo a prefeita e a secretária de educação estão mais perdidas do que cego em tiroteio nesse imbróglio da merenda escolar.

Na minha opinião, está faltando atitude de ambas, atitude que a secretária de saúde teve quando a imprensa denunciou um problema no abrigo para pessoas em tratamento de saúde em Santarém.

Ela chamou a imprensa, disse que o problema existia e que seria solucionado. E pelo jeito foi, porque não ouvi mais falar no assunto.

A mesma coisa a secretária de educação devia ter feito quando surgiram as primeiras denúncias de falta de merenda escolar. Ela deveria ter mostrado a cara, dito que iria resolver e ter resolvido de fato. Mas, tudo indica que foram deixando pra depois até chegar a esse ponto.

Faltou e continua faltando atitude. Não lembro de ter havido esse tipo de problema, de forma tão prolongada como agora.

Antônio Nelson


Casal canadense recebe conta de US$ 1 milhão após parto inesperado nos EUA

Isso é Primeiro Mundo

BBC
BBC Brasil -  Um casal canadense recebeu uma conta de quase US$ 1 milhão (cerca de R$ 2,5 milhões) de um hospital americano pelo parto da filha, que nasceu prematura quando eles estavam de férias no Havaí.
Jennifer Huculak-Kimmel, que entrou em trabalho de parto em 2013, afirma que o convênio de saúde se recusou a cobrir os custos, alegando que a cliente havia deixado de declarar uma "doença" pré-existente antes da viagem: uma infecção urinária que a mulher sofreu um mês antes da viagem.
A bebê, Reece, nasceu nove semanas antes do tempo previsto e precisou ficar internada durante cerca de dois meses. A mãe ficou no hospital por seis semanas. O custo total da internação das duas chegou a US$ 900 mil (cerca de R$ 2,3 milhões).
"É assustador. Você está em uma ilha, presa em um hospital. Eu não tinha permissão nem para sair caminhando fora do hospital", contou Jennifer.
A família viveu na pele um dos principais problemas do sistema de saúde americano: os altíssimos custos de tratamento médico para quem precisa pagar tratamento do próprio bolso.
A família tinha comprado seguro de viagem, mas o convênio, Blue Cross, disse que Jennifer não mencionou a infecção urinária como "doença preexistente" antes do embarque. Isto, de acordo com a companhia, desqualifica Jennifer para os benefícios seguro.
Em uma declaração, a Blue Cross defendeu a decisão. "Nossa decisão foi tomada de forma bem fundamentada, tendo como base os termos do contrato (de seguro), na situação que resultou neste pedido médico de emergência e uma análise do histórico médico recente (da paciente)", afirmou a companhia.
Jennifer diz que não tem dinheiro para pagar a conta e ficará inadimplente. "A Blue Cross praticamente lavou a mãos. Eles me enviaram cada uma das contas que receberam (do hospital) do Havaí", afirmou.
Ela conta que recebeu até ofertas de ajuda pelas redes sociais.
Tirando o problema financeiro, a família, que já voltou para casa na província de Saskatchewan, de volta ao Canadá, passa bem - inclusive a bebê Reece.

Morre mulher com mais títulos de nobreza do mundo

Foto: AFP
Três casamentos, seis filhos, mais de 50 títulos de nobreza, domínio de cinco línguas, um patrimônio de bilhões de dólares e mais de 15 nomes. São os números que formam a figura de Cayetana, a duquesa de Alba, que morreu em Sevilha nesta quinta-feira, aos 88 anos.
Cayetana de Alba deu entrada no Hospital Sagrado Coração de Jesus, em Sevilha, no domingo passado, apresentando quadro de gastroenterite, doença respiratória causada por pneumonia e arritmia cardíaca.
A aristocrata espanhola não resistiu às complicações, depois de um ano cheio de doenças e internações hospitalares.
Na terça-feira, a duquesa havia sido transferida para a sua residência em Sevilha, o Palácio de Dueñas, a pedido dela e de sua família.
Ele morreu rodeada por filhos e o marido, Alfonso Díez.
Nascida no Palácio Líria, em Madri, em 28 de março de 1926, Cayetana - a XVIII Duquesa de Alba - era filha de Jacobo Fitz-James Stuart y Falcó, Duque de Alba e Berwick, e María del Rosario de Silva y Gurtabay, Marquesa de San Vicente del Barco.
Ela foi batizada na capela do Palácio Real em Madri, em 17 de abril de 1926, e apadrinhada pelo casal real Alfonso XIII e Victoria Eugenia.
Sua mãe contraiu tuberculose e, para evitar uma possível infecção, passava pouco tempo com a filha. Assim, Cayetana cultivou uma estreita relação com o pai, de quem herdou o gosto por cultura e arte.
Com a proclamação da Segunda República em Espanha, em 1931, Cayetana foi exilada com sua família na capital francesa, Paris; com a eclosão da Guerra Civil Espanhola, em 1936, a família mudou-se para Londres, Reino Unido, onde Cayetana conheceu, entre outros, o neto de Leon Tolstoy, Winston Churchill e Elizabeth II, antes que ela fosse rainha da Inglaterra.
Ela deixa seis filhos - Carlos Alfonso, Jacobo, Fernando, Cayetano e Eugenia - todos de seu primeiro casamento, com Luis Martínez de Irujo, um nobre e industrial de profissão, que morreu em 1972.
Seis anos depois, Cayetana casou-se com o teólogo jesuíta e ex-padre Jesus Aguirre, de quem também ficou viúva em 2001.
O último casamento foi celebrado com Alfonso Díez, um funcionário público 25 anos mais novo do que ela, em 2011. Naquele mesmo ano, passou a seus filhos sua herança pessoal, da qual se beneficiou em usofruto até a morte.
A revista Forbes atribuiu a ela um patrimônio de até US$ 3,5 bilhões (R$ 9 bilhões), o que a convertia na terceira mulher mais rica da Espanha.
A duquesa de Alba tinha uma lista de nomes difícil de memorizar: María del Rosario Cayetana Paloma Alfonsa Victoria Eugenia Fernanda Teresa Francisca de Paula Lourdes Antonia Josefa Fausta Rita Castor Dorotea Santa Esperanza Fitz-James Stuart de Silva Falcó y Gurtubay.
Segundo Livro Guinness dos rcordes, era a pessoa com mais títulos nobiliários do mundo, mais de 50.

Pressão sobre vereadores para não votarem em Wescley não funcionou

Hoje por volta de oito horas da manhã,  o empresário Paulo Gilson e o até agora ex-secretário de meio ambiente, Valfredo Marques, atendendo pedido da prefeita Eliene Nunes,  reuniram com os vereadores Isaac Dias, Orismar Gomes e Toínho Piloto, todos da base da prefeita.

No encontro foi pedido pelos dois emissários, que os vereadores não apoiassem Wescley Tomaz na disputa pela reeleição.

Ocorre que os três vereadores são os maiores defensores da candidatura do atual presidente.

Por isso, eles responderam que não existe a mais remota possibilidade de eles mudarem de posição, até porque foram eles que puxaram o grupo que foram pedir a Wescley que saísse candidato, e uma mudança pegaria muito mal para eles.

Neste momento, com Diniz de vice e Isaac de primeiro secretário, a chapa está fortalecida.

Conversas dos bastidores da política dão conta que Eliene não vai mais se meter na eleição da mesa diretora, pois a candidatura da vereadora Maria Pretinha não está parecendo viável, pelo menos neste instante.

Por enquanto, é melhor esperar, porque em se tratando de eleição para a mesa diretora da Câmara,  tudo pode acontecer, pois ela já foi decidida nos gabinetes dos vereadores, minutos antes de começar a votação.


O vereador Diomar Figueira (PROS) e o vereador Peninha (PMDB), que fizeram parte da legislatura que começou em 1º de janeiro de 1993, sabem muito bem do que estou falando.

Leitor diz que é um absurdo Itaituba ainda não ter o Procon

Gideoni Ferreira de Brito


Venho acompanhando as noticias de Itaituba através desse blog, o qual quero aqui parabenizar o autor excelentes postagens.

Apesar de estar fora de Itaituba por alguns anos, mas nessa cidade a qual eu amo, sempre volto para visitar os amigos e parentes, e nessas visitas, observo o quão nossa cidade tem que melhorar.

Mudanças devem ser implementadas na administração municipal e nos mais diversos setores. Uma cidade do porte de Itaituba, da importância que ela representa na economia do Estado do Pará, e por que não dizer para o Brasil?

Uma cidade com essa imensa população, esse imenso comércio e consumidores, não ter um PROCON, é um absurdo colossal.

Será que interessa a quem a ausência de um PROCON, que realmente lute e represente os consumidores? Sinceramente é um absurdo e não dá mais pra protelar essa situação. E segundo observei, basta apenas a administração municipal implantar.

Um PROCON na cidade representa uma conquista, uma vitória para os consumidores. Que não mais serão tratados com desrespeito por alguns comerciantes. Terão o direito de exigir qualidade, aliás esse direito já existe, porem através de um PROCON, terá uma porta aberta para fazer suas reclamações, entrar na justiça por seus direitos e etc... Nossa cidade tem que evoluir, o povo já não aguenta mais tanto descaso.
 


Aos chegar aos 158 anos de fundação, Itaituba nada tem a comemorar

Itaituba está virando mais uma pagina da história de sua fundação, mas a passagem dessa data tem pouco para comemorar e muita coisa a lamentar, a começar pelo descaso com o que resta do patrimônio histórico do município.

Ainda ontem, acompanhando a Voz do Brasil, ouvi o deputado Dudimar Paxiuba cobrando do governo municipal a restauração do prédio da antiga prefeitura, pois segundo informou o deputado, o dinheiro para a execução dessa obra está depositado na Caixa Econômica Federal, mas este serviço está emperrado e ninguém sabe o porque. 

Há alguns dias, aqui no Focalizando, exibimos uma matéria alertando as autoridades do município para o risco iminente de desabamento do que ainda resta desse prédio, mas o governo não emitiu nenhuma nota a respeito do assunto e o prédio continua se deteriorando e arrastando para os escombros boa parte da historia do município. E agora já são dois  prédios que abrigaram o centro administrativo municipal que estão clamando por serviços de recuperação para se manter em pé, pois o Palácio da Liberdade da travessa 15 de Agosto também foi abandonado depois de ser interditado pelo corpo de Bombeiros e por enquanto não há nenhuma previsão para ser recuperado. 

Em situação ainda mais deplorável está o prédio do mercado municipal; esse sim já deveria ter sido demolido pela secretaria de obra para acabar com aquela visão horrível. Quem visita a nossa cidade faz questão de conhecer o mercado publico, e se assusta ao ver que no lugar do mercado há prédio em ruínas, e mesmo assim ainda continua com algumas bancas de venda de peixes, contrariando todas as normas de higiene. 

Pelo simbolismo histórico e a importância que esses três prédios representam para a cidade,  bem que mereciam uma atenção maior das pessoas quem tem o dever de cuidar desse patrimônio, mas  a indigência mental dos nossos governantes para lidar com essas questões está empurrando para o buraco o pouco que ainda resta da história do município, e nesse ritmo de degradação em que as coisas seguem, no próximo aniversario da cidade, talvez já não haja mais nada o que fazer para salvar esse patrimônio.

Weliton Lima, jornalista, comentário no Focalizando, quinta-feira, 20/11/2014

Ubiratan Filadelpho: 'Aqui tem três farmácias com farmacêuticos'

Caro amigo Jota Parente, o senhor conheceu minha farmácia em Moraes Almeida, e me desculpe, mais aí em Itaituba fora a Big Bem, nenhuma farmácia aí e tão estrutura como a minha.

Lembrando ao amigo farmacêutico que disse que aqui não tem farmacêutico, que a farmácia Filadelphia foi a primeira farmácia de Itaituba a ter FARMÁCIA POPULAR e aqui eu sou farmacêutico proprietário e fico todo o tempo na farmácia pois aqui tem assistência farmacêutica. 

Esse colega Farmacêutico devia conhecer mais o DISTRITO DE MORAES ALMEIDA, pois sou farmacêutico bioquímico e tenho uma farmácia e um laboratório aqui há mais de 10 anos. Meu CRF é 2.344

Aqui temos três farmácia e todas tem farmacêuticos.

RECORD, DO ‘BISPO’ MACEDO, CORTA 800 DEPOIS DO NATAL

Demissões devem atingir 20% do pessoal da emissora pertencente à Igreja Universal; notícias sobre os cortes criam nervosismo entre funcionários; diretores insinuam que cortes serão feitos em janeiro para não estragar festa de Natal interna, mas também falta caixa para pagamento de indenizações

:

247 – A Rede Record, do bispo Edir Macedo, chefe da Igreja Universal do Reino de Deus, está prestes a cortar 20% do total de seus funcionários.
A onda de demissões pode chegar a 800 dos atuais 4,3 mil profissionais da emissora e deve atingir as praças de jornalismo de São Paulo e Rio de Janeiro e os estúdios RecNove, onde são feitas novelas.
Falta de caixa, no momento, para pagar indenizações e rumores de que alguns diretores não querem estragar a festa de Natal interna explicaram o adiamento dos cortes para 2015. A Record anunciou uma redução de 20% em seus investimentos para o próximo.

Falta de merenda: a emenda ficou pior do que o soneto

A secretária de educação, professora Usalda de Miranda, concedeu entrevista ao telejornal Focalizando, da TV Tapajoara (sbt), há poucos instantes, quando falou a respeito do problema da falta de merenda, problema que vem se arrastando faz muitas semanas.

Usalda disse que respondeu aos questionamentos do Ministério Público a esse respeito, e que aconteceram alguns problemas, que já foram sanados.

A secretária, em tom firme, disse que é fácil criticar. Difícil é fazer.

Afirmou que desconhece haver superfaturamento na compra de merenda, como acusou o vereador Peninha, na Câmara.

Mal acabou de sair a reportagem, choveram telefones de diversas escolas para o programa, informando que está faltando merenda na escola Djalma Serique, no Paraná Mirim, onde faz tempo que não aparece merenda por lá e também de Pimental, que aliás, deveria ser responsabilidade de Trairão.

Como se vê, a emenda ficou pior do que o soneto, e pelo visto, tanto Usalda como a prefeita Eliene Nunes estão com um nó difícil de ser desatado.

Diante de tantas novas denúncias, o Ministério Público deverá aprofundar sua investigação sobre a falta de merenda escolas em muitas escolas de Itaituba.

Isaac vai representar a Câmara em audiência com o MP, em Santarém, sobre lanchas

Amanhã vai acontecer uma audiência promovida pelo Ministério Público Estadual, em Santarém, para discutir, mais uma vez, a problemática da linha fluvial Santarém - Itaituba - Santarém, especificamente no que diz respeito às lanchas.

O governo do estado age com extrema falta de responsabilidade, deixando que os donos de embarcações quase se matem, enquanto a tão esperada regularização da linha não acontece.

A última é a ameaça da lancha Ana Karoline de abandonar a linha, diante da concorrência predatória da Veloz, que faz promoção no preço da passagem, que a outra não pode acompanhar, porque tem um custo muito maior.

Isaac vai argumentar, dentre outras questões, que a saída dessa lancha grande representará uma grande perda para a população dos municípios de Santarém, Aveiro e Itaituba.

Além do mais, existe preocupação de que, caso a Ana Karoline saia da linha, imediatamente o pessoal da Veloz voltará a praticar o preço anterior de R$ 80,00 a passagem.

Ministério Público cobra implantação do Procon em Itaituba

O Ministério Público do Estado enviou ofício para a Câmara Municipal, comunicando a abertura de Inquérito Civil Público para a criação e implantação do Procon neste município.

Esse assunto vem se arrastando, pelo menos, desde o segundo governo de Roselito Soares, passando pelo governo de Valmir Climaco e nesses quase dois anos de Eliene Nunes.

Durante todos esses anos a Prefeitura vem empurrando o problema com a barriga.

Na Câmara, quem tem tratado dessa questão já faz bastante tempo, é a vereadora Maria Pretinha, que por várias vezes pediu a instalação do Procon, que depende diretamente do Poder Executivo municipal.


Mudanças no Regimento Interno da Câmara para a eleição da Mesa Diretora

Para evitar que se repita o mesmo de primeiro de janeiro de 2013, quando foi eleito presidente da Câmara mais jovem da história de Itaituba, o vereador Wescey Tomaz apresentou uma proposta de mudança do Regimento Interno da Casa de Leis.

Wescley lançou sua chapa, em cima da hora, surpreendendo a muita gente.

Houve muita confusão a respeito do Regimento Interno, na ocasião.

O mestre de cerimônia, Salomão Silva, secretário executivo da Câmara, disse que a chapa de Wescley era intenpestiva (fora do prazo).

Maria Pretinha, que no dia 31 de dezembro de 2012 dormiu como virtual nova presidente, na hora da eleição já estava na chapa de Wescley como segunda secretária, e foi exatamente ela quem botou ordem ao levantar a questão.

Maria pediu que Salomão lesse o Regimento Interno, pois afirmava que não havia nada estabelecendo prazo para o registro de chapas.

 O secretário leu e de fato não encontrou artigo algum tratando do assunto. Com isso a chapa encabeçada por Wescley teve seu registro confirmado.

No momento ela não tem interesse na mudança, mas, tudo indica que ela vai acontecer.

Mudanças no Regimento Interno da Câmara para a eleição da Mesa Diretora - Parte II

A proposta apresentada pelo atual presidente da Câmara, vereador Wescley Tomaz, contou com a assinatura de mais nove dez vereadores.

Na sessão de ontem, a matéria foi apresentada.

Os trabalhos foram suspensos por vinte minutos para que a Comissão de Constituição, Justiça e Redação Final reunisse, analisasse e votasse a proposta,  o que foi feito.

Embora essa comissão tenha dois votos contrários a essa mudança, as vereadoras Maria Pretinha, potencial candidata ao cargo de presidente e sua colega Célia Martins, a matéria teve parecer favorável.

Depois de lido o parecer, o mesmo foi colocado em discussão e votação em primeiro turno, tendo sido aprovado por unanimidade.

A expectativa agora fica por conta da votação em segundo turno, quando será preciso maioria absoluta, ou seja, oito votos para que seja aprovado.

Se acontecer a aprovação, a partir de agora, as chapas terão que ser registradas, no máximo, com 48 horas de antecedência

Como onze vereadores assinaram o pedido de mudança, presume-se que não mudem de opinião atendendo a pedidos de quem esteja interessado na rejeição.

A seguir, o blog anexa a matéria publicada em primeiro turno, destacando os pontos cruciais onde ocorreram as principais mudanças.



Morre em São Paulo o ex-ministro da Justiça Márcio Thomaz Bastos

Bastos foi internado na terça (18) para tratamento de fibrose pulmonar. O ex-ministro morreu no Hospital Sírio-Libanês aos 79 anos.


G1 - O advogado e ex-ministro da Justiça Márcio Thomaz Bastos, de 79 anos, morreu na manhã desta quinta-feira (20) no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo. A informação foi confirmada pela equipe médica.
Bastos foi internado na terça-feira (18) para tratamento de descompensação de fibrose pulmonar, segundo boletim médico divulgado pelo hospital.
 Um dos advogados criminalistas mais influentes do país, Bastos foi convidado pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para compor a equipe do primeiro mandato. Comandou o  Ministério da Justiça entre 2003 e 2007.
Mesmo depois de deixar o ministério, continuou em evidência ao atuar em casos de grande repercussão nacional. Atuou, por exemplo, no julgamento do processo do mensalão, no Supremo Tribunal Federal, em 2012. Na ocasião, defendeu o ex-vice-presidente do Banco Rural, José Salgado.
Durante o período do julgamento, entrou com reclamação contra o então presidente do STF, Joaquim Barbosa, questionando o fato de Barbosa não ter levado pedidos da defesa dos réus para análise do plenário do tribunal.
Também foi o responsável pela defesa do bicheiro Carlinhos Cachoeira, que responde a processo por suspeita de participação em esquema de jogos ilegais.
Bastos atuou ainda na defesa do médico Roger Abdelmassih, condenado a 278 anos de prisão por 48 ataques sexuais a 37 vítimas.
A acusação dos assassinos de Chico Mendes, do cantor Lindomar Castilho e do jornalista Pimenta Neves são outros trabalhos de repercussão nacional no currículo do ex-ministro. Em 2012, Bastos foi contratado pelo empresário Eike Batista para defender o filho Thor Batista, que respondia por um atropelamento.
Atualmente, articulava as defesas
Perfil
Márcio Thomaz Bastos era paulista da cidade de Cruzeiro. Formou-se em 1958 na Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo (USP).
Entre os anos de 1983 e 1985 presidiu a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) em São Paulo. Neste período, foi ligado ao movimento Diretas Já, que reivindicava voto direto para presidente da República.
Em  1990, após a eleição do presidente Fernando Collor, integrou o governo paralelo instituído pelo Partido dos Trabalhadores como encarregado do setor de Justiça e Segurança.  Em 1992, participou ao lado do jurista Evandro Lins e Silva da redação da petição que resultou no impeachment de Collor.
É fundador do movimento Ação pela Cidadania, juntamente com Severo Gomes, Jair Meneghelli e Dom Luciano Mendes de Almeida. É fundador do Instituto de Defesa do Direito de Defesa.

quarta-feira, novembro 19, 2014

Prefeitura de Vitória do Xingu: Ministério Público deflagra operação contra fraudes a licitação

MP em VXinguUma operação do MP (Ministério Público) do Pará foi deflagrada ontem (18), com mandado de busca e apreensão em documentos e informações, dados e mídias digitais relacionados às fraudes em processos licitatórios no município Vitória do Xingu.
Os alvos foram a residência do prefeito, Vando Amaral (PSB) a sede da prefeitura e de secretarias municipais.
A ação foi determinada pelo TJ (Tribunal de Justiça) do Pará, com busca e apreensão em documentos relacionados à possível fraude de procedimentos licitatórios.
Na mira também documentos que provam apropriação e desvio de recursos públicos em posse de Jelcias Lisboa Queiroz e Washington Queiroz Pimenta.
A operação foi deflagrada na madrugada de ontem. Foi coordenada pelo procurador de Justiça Nelson Medrado, coordenador do Núcleo de Combate à Corrupção e Improbidade Administrativa.
Contou com o apoio do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) do MP e dos promotores de Vitória do Xingu e Altamira, Gustavo Rodolfo Ramos de Andrade e Rodrigo Aquino Silva.
Um dos processos investigados é a destinação de R$ 56 milhões para execução de obras de engenharia por uma empresa de construção. O valor foi repassado pelo município em dois anos.
Segundo procurador de justiça Nelson Medrado, ‘pelo valor da obra, deveríamos ter encontrado um grande canteiro de obras na cidade e não foi o caso’. Para Medrado, o alto valor pago à empreiteira não é compatível com o resultado apresentado.
O procurador destacou ainda que o prefeito Erivando Amaral está envolvido em um processo de 2012 que apura o pagamento de propina à prefeitura por empresas interessadas na diminuição da alíquota do Imposto Sobre Serviços (ISS) de 5% para 2%.
Com informações do MP do Pará e O Liberal
Extraído do blog do Jeso

Diniz mostra foto de afundamento de asfalto novo

Foto: Vereador Manoel Diniz
Na sessão de hoje, o vereador líder do PMDB, Manoel Diniz, falou do afundamento do asfalto novo feito na travessa 13 de Maio, entre a 14ª e a 16ª ruas, no bairro Bela Vista.

Ele mostrou algumas fotos no telão da Câmara, chamando atenção para a necessidade de a SEMINFRA tomar providências antes que haja problemas maiorias, pois a tendência é haver um desgaste mais rápido do que o normal.

Vereadores Peninha e João Paulo pedem providências do MP sobre merenda escolar

Na manhã de ontem, terça feira, após a reunião na Câmara, os vereadores Peninha – PMDB e João Paulo – PT, cansados de denunciar a falta de merenda nas escolas municipais, procuraram o MP para denunciar o descaso que vem acorrendo em Itaituba. No Ministério Público, os vereadores foram recebidos pelo Promotor João Batista Cavalheiro de Macedo Junior.
O vereador Peninha fez um relato da atual situação da distribuição de merenda nas escolas da rede publica municipal de Itaituba. Peninha disse ao Promotor que está faltando merenda em todas as escolas do município, tendo João Paulo confirmado que este problema está acontecendo nas escolas da cidade e do interior. Peninha denunciou que a falta de merenda é porque a prefeita Eliene Nunes não está entrando com a contrapartida que é obrigatória por lei. Isto, segundo o edil, já foi constatado pelo Conselho Municipal da Merenda Escolar.
Peninha criticou a administração municipal, chamando-a de irresponsável e pediu ao MP a punição das autoridades envolvidas, pois hoje só quem está sendo PUNIDO são as crianças, que não tem merenda nas escolas.
O edil tomou conhecimento, que a administração municipal comprava
mensalmente no inicio do mandato, R$ 360.000,00 de merenda, porém, quando foi para honrar o pagamento com os fornecedores descobriu o “rombo”, que agora está tentando corrigir passando a comprar apenas R$ 180.000,00 por mês. Um dos principais motivos da falta de merenda é a falta da contrapartida de 10% do município, que apenas apresenta papel na prestação de contas, naquele jeitinho do faz de conta que cumpri a lei, disse o edil.
Outro fato levantado pelo vereador é no momento da entrega da merenda ao professor ou representante da comunidade que leva a merenda. A responsável pelo setor entrega alguns itens e obriga quem está recendo a merenda a assinar como se estivesse recebendo vários itens que não são entregues. Esta denuncia chegou ao nosso conhecimento e é grave, frisou Peninha.
Não poderia faltar merenda disse o vereador do PMDB, pois de Janeiro a Outubro ultimo (2014) Itaituba recebeu mais de R$ 2.254.000,00 para comprar merenda. Então não falta dinheiro. O que está faltando é gestão deste governo e comprar merenda com o dinheiro da contrapartida, que só aparece na prestação de contas, afirmou ele.
            Lembrou o edil que o Ministério Público já constatou todas estas e outras irregularidades nas escolas municipais de Itaituba. E esperam os vereadores Peninha e João Paulo, que alguém seja punido por este crime, pois, como disse o vereador João Paulo, convidamos a Secretaria de Educação para esclarecer sobre este e outros assuntos e até agora não compareceu na Câmara. O que não pode é continuar há meses  faltando merenda nas escolas municipais de Itaituba.
            Hoje, tanto o vereador João Paulo, quanto Peninha, trataram deste assunto, que também foram abordados por vereadores da base da prefeita. Orismar Gomes(PPS) e Maria Pretinha (PSDB), líder do governo, fizeram referências elogiosas à iniciativa dos dois vereadores da oposição.

Fonte: blog do Peninha, com edição de texto feita pelo blog do Jota Parente

Encontrado corpo do professor Marcos Paulo que estava desaparecido no Rio Tapajós

A notícia abalou a comunidade de São Luiz do Tapajós. O trágico naufrágio ocorrido por volta das 15h00 do último domingo (16) e que culminou com a morte do professor Marcos Paulo, que era funcionário da secretaria Municipal de Educação e lecionava para os alunos dasegunda série da escola São Luiz Gonzaga, só teve desfecho na tarde desta terça feira(18).


Naquela tarde, Marcos Paulo que pilotava sua voadeira conduzindo mais cinco passageiros, entre os quais dois de seus irmãos (Neuto e Badu) e tentou atravessar a cachoeira do Quatá, uma das primeiras grandes quedas d’água localizada há uns quinze minutos, a partir da comunidade de São Luiz em direção a vila Pimental. Próximo ao local, enquanto analisavam um ponto mais propício para a passagem, a correnteza empurrou a embarcação para as proximidades do rebojo que se forma no local. Foi então que Marcos Paulo resolveu acelerar para ultrapassar as correntezas, porém, o agito as ondas passaram ajogar água para dentro da pequena embarcação que possuía bordas baixas.

Ao perceber que a voadeira ia a pique, o piloto conseguiu direcioná-la para as pedras que margeiam a cachoeira e gritou para que todos pulassem. Neuton, irmão da vítima e o último a pular da embarcação, ainda pegou na corda tentando segurar o casco para que o professor sair da voadeira, mas as correntezas das águas eram muito fortes no local e arrancaram a corda de suas mãos. “Eu tentei puxar a voadeira, mas a correnteza é muito forte e eu não tive força para segurar. Meu irmão não teve tempo de sair. Eu vi quando ele afundou junto com a voadeira”. Lamentou. Em cima das pedras que margeiam a cachoeira, os sobreviventes ainda assistiram Marcos Paulo vim à tona por duas vezes em meio a fúria das águas para depois sumir definitivamente.

A notícia do naufrágio chegou por volta as 17h00 em são Luiz do Tapajós, de onde saíram as primeiras buscas e o pedido de ajuda foi feito ao Corpo de Bombeiro sediado na cidade de Itaituba. A voadeira de uma empresa que está realizando pesquisa no rio Tapajós chegou a São Luiz com os cinco sobreviventes que se encontravam bastante abatidos com o acontecimento, mas, principalmente, pelo sumiço de Marcos Paulo. As buscas continuaram de forma interrupta dia e noite na esperança de que o professor fosse encontrado com vida. Com a ajuda dos homens do Corpo de Bombeiros que chegaram por volta das 12 horas de segunda feira (17), a ansiedade aumentava a cada retorno das embarcações que se encontravam nas buscas.

Foram inúmeras buscas durante 47 horas de muita ansiedade por parte dos familiares e de toda a comunidade de São Luiz do Tapajós, até que às 14 horas desta terça feira (18) chegou a notícia da localização do corpo de Marcos Paulo que se encontrava boiando a uma pequena distância do local do alagamento. Avisados, os policiais do Corpo de Bombeiros foram até o local de onde fizeram a remoção do corpo, e, após levarem até São Luiz do Tapajós, o conduziram ao Instituto Renato Chaves, onde foram feitos os procedimentos cadavéricos cabíveis e posteriormente liberado para o sepultamento. A notícia completa você acompanha na edição 2013 do Jornal Folha do Oeste que circula na próxima sexta feira (21).

Fonte: Jornalista Francisco Amaral 
Extraído do blog do Damião Cavalcante

Leitor diz que governo trata igual quem é desigual

Prezado jornalista J. Parente,

De vez em quando eu acesso o seu blog em busca de notícias da região. Gosto da maneira com você escreve as notícias, praticando o bom jornalismo.

Desta vez me deparei com essa informação publicada pela Agência Brasil, que você repercutiu. Não pude deixar de fazer um comentário que espero que seja publicado.

O imediatismo dá o tom dos administradores públicos brasileiros. Pra que investir em coisas que vão ser cobradas daqui a alguns anos, se pode deixar pra depois?

Essa problemática dos aterros sanitários, que deveriam ter entrado em funcionamento até o dia 2 de agosto é uma prova de que é assim que os nossos gestores públicos agem.

Esse tipo de comportamento mostra quão pequeno é o pensamento desse pessoal que tem a chave do cofre, hoje, como ontem.

Observe que os atuais prefeitos, do mesmo jeito que fizeram seus antecessores, querem empurrar com a barriga pelo maior tempo que for possível. Ainda bem que o presidente em exercício vetou.

Por outro lado, o governo federal também tem sua boa parcela de culpa na falta de solução do problema, pois tem um número muito grande de municípios brasileiros que não tem a menor condição de implantar um aterro sanitário, que custa caro. Esses precisam de ajuda para se adequarem, mas, o governo só sabe cobrar.

É óbvio que cidades como Brasília, Porto Alegre, entre outras, não tem desculpa para não terem cumprido o prazo. Com esses municípios que tem dinheiro sobrando, o governo precisa ser firme na cobrança. Mas, trata igual quem é desigual.

Assim caminha a administração pública no Brasil.

Walfrido Carrera Benini
Engenheiro Agrônomo
Manaus - AM


Nome para o Ginásio

O vereador Isaac Dias apresentou projeto de lei para batizar o  ginásio Municipal de Esportes, pagão até hoje.

O nome apresentado pelo vereador do PSB é o de Intimahã Couto, que foi vereador, foi um dos fundadores do América, alé de destacado jogador da referida equipe.

Isaac o apoio dos colegas para que aprovem a matéria.

Ele disse que a Itacimpasa tentou impor o nome do fundador da empresa,  empresário João Santos, por ter dado muito cimento para a construção do ginásio.

Ressaltou ele, que o município não pode sujeitar-se a esse tipo de imposição.

Lancha Ana Karoline pode sair

A irresponsabilidade do governo do estado pode tirar a lancha Ana Karoline da linha Itaituba Santarém.

A concorrência predatória que está sendo feita pela lancha Veloz  vai forçar a retirada da Ana Karoline.

A Veloz está vendendo passagem a R$ 35,00.

A Ana Kariline tem im custo operacional muito mais elevado e não tem como praticar esse mesmo preço.

Os órgãos do governo do estado a tudo assistem, irresponsavelmente, sem fazer o que tem que ser feito, que é regularizar a linha.

Enquanto isso, a população pode ser novamente prejudicada.

terça-feira, novembro 18, 2014

Após veto, prefeitos irão propor regras de transição para fim dos lixões

Andreia Verdélio - Repórter da Agência Brasil

Itaituba está entre os mais de 60% dos municípios que não cumpriram a meta de implantar aterro sanitário

A Frente Nacional de Prefeitos busca soluções para o fechamento dos lixões e a implantação de aterros sanitários nos municípios que ainda não atenderam às determinações da Política Nacional de Resíduos Sólidos, sancionada em 2010. Os prefeitos vão propor ao Ministério do Meio Ambiente regras de transição, em regime excepcional e por adesão, para esses municípios. A ideia é abrir um espaço de diálogo com o governo para encontrar uma solução viável para o problema, em um ambiente de segurança jurídica para os gestores públicos.

Na última sexta-feira (14), o presidente em exercício, Michel Temer, vetou a emenda do Projeto de Lei de Conversão nº 15, da Medida Provisória 651/14, que dava a estados e municípios prazos até 2018 para fechar os lixões e até 2016 para elaborar os planos estaduais e municipais de resíduos sólidos. Os planos são requisitos para que estados e municípios recebam dinheiro do governo federal para investir no setor.

No veto, Temer disse que “a prorrogação de prazos, da forma como prevista, contrariaria o interesse público, por adiar a consolidação de aspecto importante da Política Nacional de Resíduos Sólidos. Além disso, a imposição de veto decorre de acordo feito no plenário do Senado Federal com as lideranças parlamentares, que se comprometeram a apresentar alternativa para a solução da questão.”

A medida foi aprovada com a emenda no Senado, pois se o texto fosse modificado, precisaria retornar para última análise na Câmara dos Deputados e poderia perder o prazo de sanção. Além disso, o trecho sobre resíduos sólidos, inserido pelos deputados, é estranho ao princípio da medida, que trata de incentivos ao setor produtivo.
A frente dos prefeitos solicitou audiência com a ministra do Meio Ambiente, Izabella Teixeira, mas, até o fechamento desta matéria, a assessoria do ministério não confirmou a solicitação. 

Até o momento, a alternativa para as cidades que não cumpriram a meta de destinação correta dos resíduos sólidos é assinar um Termo de Ajustamento de Conduta com o Ministério Público, que fiscaliza a execução da lei. Os gestores municipais que não se adequaram à política até o prazo estabelecido estão sujeitos a ação civil pública, por improbidade administrativa e crime ambiental.

RACHA NA GLOBO: NOBLAT RECHAÇA GOLPE DE MERVAL

:

"Goste-se ou não, Dilma foi legitimamente reeleita. Derrotou Aécio Neves por uma diferença superior a três milhões de votos.  O próprio Aécio telefonou para ela parabenizando-a. Não se pode impedir ninguém de pregar o impeachment.  Nem mesmo de pregar um golpe militar. O extraordinário da democracia é que ela garante a liberdade até mesmo dos que se opõem a ela. Mas quem tenha o mínimo de responsabilidade política e social não pode ouvir calado os que incitam ao ódio e à quebra da legalidade", disse Ricardo Noblat; ouviu Merval?

247 - A adesão do colunista Merval Pereira ao eventual impeachment da presidente Dilma Rousseff não representa uma posição fechada das Organizações Globo. Também colunista da casa dos Marinho, Ricardo Noblat divergiu enfaticamente.  "Goste-se ou não, Dilma foi legitimamente reeleita. Derrotou Aécio Neves por uma diferença superior a três milhões de votos.  
O próprio Aécio telefonou para ela parabenizando-a. Não se pode impedir ninguém de pregar o impeachment.  Nem mesmo de pregar um golpe militar. O extraordinário da democracia é que ela garante a liberdade até mesmo dos que se opõem a ela. Mas quem tenha o mínimo de responsabilidade política e social não pode ouvir calado os que incitam ao ódio e à quebra da legalidade. Por asco, dessa gente eu quero distância", disse ele.
Toda ditadura é nojenta!
Não existe ditadura ruim ou boa. Toda ditadura é abominável, seja civil ou militar. Ela desperta os instintos mais primitivos dos que a exercem.
Ricardo Noblat
Nada há de absurdo em se discutir o eventual impeachment da presidente Dilma Rousseff no rastro do escândalo da Petrobras.
Em um regime democrático, a Constituição prevê que o Congresso pode, sim, derrubar o presidente da República. Foi o que aconteceu com o ex-presidente Fernando Collor no final de 1992.
Acusado de roubar e de ter deixado roubar, Collor despachou uma carta para o Congresso renunciando ao cargo. O Congresso, simplesmente, ignorou a carta e cassou seu mandato. Assumiu Itamar Franco, o vice-presidente.
Em momento algum correu perigo a ainda frágil democracia instalada no país depois de 21 anos de ditadura militar.
Muito bem. Só que não há por enquanto nenhum motivo, sequer um pretexto razoável, para que se cogite a queda da presidente.
Goste-se ou não, Dilma foi legitimamente reeleita. Derrotou Aécio Neves por uma diferença superior a três milhões de votos.  O próprio Aécio telefonou para ela parabenizando-a.
Não se pode impedir ninguém de pregar o impeachment.  Nem mesmo de pregar um golpe militar.
O extraordinário da democracia é que ela garante a liberdade até mesmo dos que se opõem a ela.
Mas quem tenha o mínimo de responsabilidade política e social não pode ouvir calado os que incitam ao ódio e à quebra da legalidade. Por asco, dessa gente eu quero distância.
Este país já teve ditadura de mais e liberdade de menos.
E quem provou na pele a violência do estado de exceção ou apenas ouviu falar das várias maneiras como ela se manifestou, está obrigado a dar testemunho para que isso jamais se repita. Jamais.
Não existe ditadura ruim ou boa. Toda ditadura é abominável, seja civil ou militar. Ela desperta os instintos mais primitivos dos que a exercem. E deixa cicatrizes para sempre.

PÂNICO NO PMDB: FERNANDO BAIANO SE ENTREGA À PF

:

Apontado por delatores da Lava Jato como 'operador' do PMDB na Petrobras, lobista Fernando Soares, conhecido como Fernando Baiano, se entregou nesta tarde na Superintendência da Polícia Federal em Curitiba; ele estava foragido desde sexta-feira, quando foi deflagrada a sétima etapa da operação; seu advogado havia dito que Fernando Baiano não se entregaria e definiu o mandado de prisão como "absolutamente ilegal"; lobista também fazia contatos no esquema para a construtora Andrade Gutierrez, que não foi alvo de prisões até agora

247 – O pânico está instaurado no PMDB. O lobista Fernando Soares, conhecido como Fernando Baiano, se entregou na tarde desta terça-feira 18 à Superintendência da Polícia Federal em Curitiba. Ele é apontado por delatores da Operação Lava Jato como 'operador' do partido na Petrobras. 
Fernando Baiano era procurado pela polícia desde sexta-feira 14, quando foi deflagrada a sétima etapa da Operação Lava Jato. Desde então, foram presos mais de 20 envolvidos no esquema de propina e corrupção em contratos da estatal.
No domingo 16, o advogado do lobista, Mario de Oliveira Filho, havia dito que seu cliente não se entregaria à polícia e que o mandado de prisão contra ele era "absolutamente ilegal".
O lobista também fazia contatos para a construtora Andrade Gutierrez , uma das poucas construtoras que ainda não foram alvo de prisões da Lava Jato. Segundo o doleiro Alberto Youssef, no entanto, a companhia também fazia parte do esquema. Os acordos eram costurados entre Fernando Baiano e o presidente do conselho da empreiteira, Otávio Azevedo.