sexta-feira, abril 28, 2017

Por iniciativa do vereador Diego Mota, Câmara fez homenagens

Por iniciativa do Vereador Diego Mota, o 15º Batalhão de Polícia Militar e o 7º Grupamento de Bombeiros Militares receberam, quarta-feira, (26), em sessão solene, moção em reconhecimento pelos relevantes serviços prestados à comunidade Itaitubense.

A homenagem teve por objetivo lembrar o dia do patrono das corporações militares, comemorado em 21 de abril.

Diego lembrou, que apesar do efetivo reduzido e da estrutura limitada, as duas corporações vem realizando um papel importante no sistema de segurança pública.

Na mesma ocasião, o vereador participou da entrega de títulos de hora ao mérito a equipe de socorristas do SAMU e aos integrantes do clube dos desbravadores da igreja adventista.

Para Diego, homenagear pessoas e instituições que contribuem com a sociedade é um ato nobre de reconhecer o esforço e dedicação em benefício da coletividade.

Com informações da ASCOM- do vereador DIEGO MOTA

Suspeita de álcool: automóvel colide com ônibus da APAE

Na manhã de hoje ( 28), por volta das 7:00 horas aconteceu um acidente  na 29ª Rua.

Segundo informações, o motorista do carro Sandero, estaria alcoolizado, voltando de uma festa com amigos, pela 29ª Rua, quando perdeu o controle do veículo e bateu em no ônibus da APAE, que estava indo buscar alunos.

Por causa da batida, por pouco o ônibus não atingiu uma igreja.
 
Uma mulher que estava no automóvel teve vários ferimentos, sendo socorrida pelos militares do Corpo de Bombeiros.

Seu namorado, que estava sob efeito de álcool, sofreu ferimentos no rosto. Ele se alterou no local, porque queria ver a namorada que já estava na ambulância, mas foi contido pelos bombeiros.

Houve um princípio de tumultuo no local.

A Polícia Militar fez a detenção do rapaz exaltado, que disse ser menor de idade.

Fonte: blog do Júnior Ribeiro

Edição de texto: Jota Parente

"Pensei que seria mais fácil" diz Trump, sobre a Presidência dos EUA

Donald Trump – Carlos Barria/Reuters "Eu amava a vida que tinha antes. Eu fazia tantas coisas. Eu gosto de dirigir. Não posso mais dirigir".

Donald Trump, presidente dos Estados Unidos

A causa é justa e eles (os índios) tem o direito de se manifestar

Por Cassiele Anayá - Facebook

Eu nunca vi os índios mendigando dessa forma.

Brancos também fazem manifestações e recentemente os poderosos de Novo Progresso também fecharam a rodovia; os empresários de Itaituba fecharam as ruas da cidade, há algum tempo fecharam até o aeroporto.

Foi errado?

O resultado nos diz o contrário. Novo Progresso conseguiu a aprovação das emendas nas MPS, polícia está realizando operações por mais segurança, nosso trecho urbano da BR foi asfaltado por causa de manifestações. Por que eles não podem usar essa estrada para conseguir seu DIREITO natural à terra?

Eles querem permanecer nas terras onde nasceram, querem proteger o rio que lhes dá vida, querem manter benefícios conquistados com muito trabalho.

Tenho observado é uma baita intolerância entre os "brancos" que não reconhecem ou aceitam essa manifestação como digna e justa. Só porque são índios? Por isso fiz essa postagem... ÍNDIO NÃO É BICHO! É gente! Tem filhos, família, tem um modo de vida diferente.

Se os "brancos" não gostam da forma como são, não gostam da sua cultura e não respeitam seus direitos que se mudem! Estamos sim na terra deles. Como você falou em Deus... Deus os colocou aqui muito antes dos portugueses e espanhóis invadirem o lar deles. Foram atacados, mortos, crianças escravizadas e mulheres violentadas.

Não precisa nem ler e estudar história para saber disso, a novela das 18:00 hs mostra. O objetivo do governo é claro, estão acabando com a nação Munduruku, tirando a FUNAI, tirando os médicos e enfermeiros, tirando a saúde porque assim eles acabam com as aldeias e podem inundar tudo e construir o que quiserem por aqui sem resistência.

E mesmo que eu achasse a ideia de Progresso e desenvolvimento boa, não aceito essas medidas traiçoeiras e covardes de conseguir isso. Além do mais, embora os Caminhoneiros sejam trabalhadores e RESPEITO o trabalho deles, infelizmente, o progresso e a riqueza que eles transportam trazem tantos problemas por essa estrada, NÃO É NOSSA!

 O Mato Grosso ganha R$ 2 bilhões de reais a cada ano com a nossa estrada problemática. E ninguém reclama disso. As autoridades de Itaituba e do Pará não sabem nem de quanto é o prejuízo. E digo isso por que EU PERGUNTEI e tenho uma resposta deslavada gravada pelo secretário de transportes do Estado.

A estrada não era assim há um ano atrás. Como seria violento e chamaria muita atenção na comunidade internacional o governo não pode colocar balas de verdade nas armas e matar os indígenas, mas, é o que gostariam pelo jeito. Então estão matando à mingua. E eles não podem protestar por isso?? Como me disse ontem o Cacique Jairo " a estrada fica 2 ou 3 dias parada, gerando problemas. E nós? Nosso problema vai durar a vida toda."


A causa é justa e eles tem o direito de se manifestar.

quinta-feira, abril 27, 2017

Audiência pública discutiu a formalização da atividade garimpeira na Reserva Aurífera do Tapajós

Hoje, aconteceu uma audiência pública importante na Câmara Municipal, para tratar das questões atinentes à formalização da atividade mineral na região aurífera do Tapajós.

Presidiu os trabalhos, o vereador Peninha, autor do requerimento que originou a audiência.

Ver. Peninha
Estiveram presentes, dois representantes do DNPM, a senhora Aedil Evangelista, coordenadora local do DNPM e Ricardo Paraíba, diretor de arrecadação, de Brasília.

Juntamente com eles, compuseram a mesa, também, o prefeito Valmir Climaco, o secretário de meio ambiente, Bruno Rolim, o advogado José Antunes, vice-presidente da AMOT e o presidente da ANORO, empresário Dirceu Frederico.

Ricardo Paraíba, DNPM
Os vereadores Diego Mota, Antônia Borroló, Maria Pretinha, Júnior Pires, Daniel Martins, José Bellone, Davi Salomão e Wescley Tomaz participaram.

Na plateia, um bom número de empresários da área de garimpo e de garimpeiros, incluindo o ex-prefeito Roselito Soares, da Ouro Minas, empresário do ramo da compra de ouro, juntamente com seu irmão Juarez Soares.

A corrupção atrapalha

Dirceu Frederico
Em sua fala, o presidente da ANORO disse que não adianta tentar esconder que a corrupção atrapalha muito o bom andamento das coisas, inclusive na mineração.

“Mais de 10 mil processos acumulados no DNPM à espera de despacho. Então, como considerar a atividade garimpeira ilegal, se o governo não colabora para a legalização?

Devemos propor mudanças construtivas para que isso ande.

Adv. José Antunes
Sec. Bruno Rolim
Vejam bem, a Polícia Federal contratou 26 geólogos. Daqui a pouco a PF vai ter mais geólogos do que o DNPM. Pode?

A ANORO vai contratar dois geólogos e um engenheiro ambiental para ajudar em uma força tarefa comandada pelo DNPM com o objetivo de que seja analisado o maior número de processos”, disse Dirceu.

“Licença só saía se pagasse propina”

Uma afirmação do presidente da ANORO, que chamou a atenção de todos os presentes, foi sobre o governo da ex-prefeita Eliene Nunes, no que concerne ao licenciamento ambiental feito pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente (SEMMA).

“Eu lamento dizer isso, mas, no governo passado, só saía licença ambiental se pagasse propina”.

O prefeito Valmir Climaco foi breve, chamando a atenção dos representantes do DNPM, que atualmente, pelo menos 80% do ouro produzido no município de Itaituba sai no contrabando.

Roselito Soares
O vereador Peninha já havia dito que a queda na arrecadação da Cfem e do ISO prejudica o município, que já enfrenta muitas dificuldades para atender às demandas essenciais.

Pref. Valmir Climaco
No final da audiência pública que terminou às duas da tarde, ficaram definidos quatro pontos:

1)    Elaborar uma minuta de um Projeto de Lei para encaminhado ao Congresso Nacional, propondo a criação em lei, da Reserva Garimpeira do Tapajós, pois hoje ela existe, mas, por meio de uma portaria de 1983.

2)    Elaborar uma minuta de uma Medida Provisória ou de Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) para que os garimpeiros possam vender até 100 gramas de ouro sem PLG. Essas duas minutas ficaram sob a responsabilidade da Câmara Municipal.

Luiz Barbudo
3)    Assinar um convênio entre DNPM e prefeitura para que essa possa fiscalizar a comercialização do ouro para ver se as compras de ouro estão pagando Cefem e ISO.

    4)    SEMMA e DNPM vão analisar a montanha de mais de 12 mil requerimentos de pedidos de PLG e solicitação de pesquisa, para ver quem é quem, quem está na área trabalhando há muito tempo em área requerida por terceiros, que nunca aparecem.


O vereador Peninha, que conduziu os trabalhos, considerou muito positivo o resultado da audiência pública de hoje.

Texto e fotos: Jota Parente

Ansonic Diagnósticos: Atendimento de Médicos Especialistas


Edital - Solicitação de Renovação de Licença de Operação


Daniel chama asfalto da Estrada do BIS, de “Asfalto Sonrisal”. Maria Pretinha não gostou

O vereador Daniel Martins fez um discurso duro, criticando a situação da Estrada do BIS, que principalmente do lado direito de quem vai na direção do quartel, já tem grande parte danificada.

Ele chamou de “asfalto sonrisal” o trabalho de péssima qualidade realizado com verba do governo do Estado, obra que se configurou eleitoreira da pior espécie, posto que foi muito mal feito.

Houve dias em que estava chovendo, e mesmo assim a empresa responsável insistia em trabalhar, mesmo diante da argumentação de moradores, que questionaram, mas, de nada adiantou.

Daniel disse que o deputado estadual Eraldo Pimenta fez discurso na Assembleia Legislativa, cobrando o governo do Estado sobre esse fato.

Maria Pretinha não gostou
A vereadora Maria Pretinho não gostou, nem um pouquinho, da crítica de seu colega ao péssimo trabalho dessa via.

Ela tentou justificar o injustificável, pedindo a Daniel, que solicite do deputado Eraldo Pimenta o empenho dele para conseguir “asfalto sonrisal” para outras ruas, incluindo a rua onde ela mora.

É compreensível que Maria, que é do PSDB, mesmo partido do governador Simão Jatene, defenda o governo do Estado, mas, nesse caso particular, em sã consciência, não existem argumentos que justifiquem o mau uso do dinheiro público.

A obra foi malfeita. No popular, trabalho porco.

Isso é fato, e contra os fatos não há argumento.

Construtora diz porque não terminou a obra da creche do Bom Jardim

A Construtora D’Almeida solicitou da Mesa Diretora da Câmara, espaço de 10 minutos para apresentar as razões pelas quais a construção da creche do bairro Bom Jardim não foi concluída.

O vereador Diego Mota cobrou explicações em uma sessão anterior, o que motivou um ofício da empresa, solicitando o tempo, que foi concedido hoje.

Elayne D’Almeida, representando a construtora, disse que o motivo do atraso da obra foi um trabalho adicional que precisou ser feito para nivelar o terreno, que no local da construção da creche era bastante acidentado, chegando a um desnível de quatro metros, que precisou ser aterrado, consumindo muito material e dinheiro.

Somente no aterro, disse Elayne, foram gastos R$ 295 mil que não estavam inclusos no projeto inicial.

O serviço foi feito com a promessa de que seria pago posteriormente.

O vereador Peninha questionou a representante da empresa, se não tinha sido feita uma visita no local, antes de acontecer a licitação, pois isso é obrigatório para que as empresas concorrentes conheçam todos os detalhes, incluindo em suas propostas, possíveis problemas com o terreno, como ocorreu nesse caso.

Elayne respondeu que a visita foi feita, e que foi assumido compromisso na gestão passada, de que seria conseguido um aditivo para compensar os investimentos com esse aterro.

Naquela oportunidade, o engenheiro Nilson Guerra, falecido, e o então secretário Manoel Neto, também engenheiro, fizeram uma avaliação do quanto será necessário de material e o montante de recurso que seria usado. Mas, apesar de Neto ter ido a Brasília para tentar levantar esse valor, até mesmo junto ao FNDE, o governo federal não liberou nada.

Desde julho do ano passado a Construtora D’Almeida não recebe um centavo dessa obra, disse a representante.

Elayne disse que seu pai é um homem de muitas virtudes, mas, que um dos defeitos dele é acreditar na palavra dos outros, pois, como cumpre a sua, crê que todo mundo deve fazer o mesmo.

Ou seja: o que ficou claro é que a obra está empacada, e que não vai andar tão cedo.

Interdição das BRs 163 e 230 continua

Desde ontem à tarde, índios munduruku interditam a passagem de veículos no entrocamento das rodovias Transamazônica e Santarém - Cuiabá.

Dentre as reivindicações, inclui-se o não fechamento das unidades da Funai em municípios onde há ameaça disso acontecer.

Ontem a Polícia Rodoviária Federal esteve no local tentando negociar a desinterdição. 

As conversas continuarão, hoje.

Jovem de Ananindeua procura ajuda para sair do desafio da Baleia Azul

A Polícia Civil investiga um caso que parece ser o já conhecido "Desafio da Baleia Azul", no Pará. A vítima foi uma jovem de 18 anos, que iniciou o "jogo" e já tinha feito várias mutilações no próprio corpo, concluindo os desafios que eram impostos pelos organizadores. A última etapa é o suicídio. A mãe da vítima denunciou o crime e agora o objetivo é identificar os membros de um grupo no Facebook, que tentavam induzir a jovem a tirar a própria vida. 

A jovem mora no bairro do Distrito Industrial. Na tarde desta quarta-feira (26), ela chegou acompanhada da mãe até a Seccional Urbana de Ananindeua para denunciar o crime. O delegado Armando Mourão, diretor da delegacia, explica que ouviu a jovem e decidiu encaminhar o caso para a Delegacia de Prevenção e Repressão a Crimes Tecnológicos (DPRCT). "Eles possuem um aparato e conhecimento para localizar os responsáveis pelo crime. O objetivo agora é tentar identificar essas pessoas que levaram a jovem a fazer os cortes pelo corpo", explica o delegado. 

A mãe da vítima - que prefere ter a identidade preservada - explica que a filha é tímida e muito reservada. Diante disso, não notou nenhum comportamento diferente na jovem. "Ela só sai de casa para a escola e da escola para casa. Eu trabalho o dia inteiro e chego apenas à noite em casa. Eu não vi os cortes que ela fazia no corpo. Apenas quando ela me pediu ajuda foi que descobri tudo. Estou desesperada, porque o último desafio é o suicídio. Eu pensei que em casa minha filha estava segura, mas não, foi pior do que se ela estivesse na rua", desabafa. 

A jovem contou a mãe que recebeu o convite para participar de um grupo no Facebook há duas semanas e, ao entrar no grupo, ela já ingressou automaticamente no desafio. Há várias conversas registradas no celular da jovem que registram as conversas dela com os organizadores do Baleia Azul. Nas primeiras etapas ela recebeu a ordem de realizar cortes no corpo e, com o tempo, os ferimentos tornaram-se mais graves. 

A vítima decidiu então parar com o jogo, mas sofreu ameaças. Assustada, decidiu revelar à família. A mãe procurou o conselho tutelar que a encaminhou até a delegacia de Ananindeua. Ela já foi ouvida na DPRCT, localizada no bairro do Telégrafo. A partir de agora a delegada Vanessa Lee, titular da delegacia especializada acompanhará o caso.

A Polícia Civil investigará se o grupo que tentou induzir a jovem ao suicídio faz parte do desafio Baleia Azul. O crime se consuma com o induzimento, a instigação ou o auxílio ao suicídio, como está previsto no Código Penal. 

PF investigará o caso
O Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP) determinou que a Polícia Federal (PF) investigue o desafio da Baleia Azul. O "jogo" tem 50 desafios. Entre as etapas as vítimas são levadas ao isolamento social, automutilação e incentivo ao suicídio. A maioria das vítimas são adolescentes e jovens. 
De acordo com comunicado do governo, a orientação foi dada pelo ministro Osmar Serraglio, que decidiu atender pedidos do prefeito de Curitiba, Rafael Greca, e de quatro deputados federais - Laudívio Carvalho (MG), Carmem Zanoto (SC), Pollyana Gama (SP) e Eliziane Gama (MA).

Há pelo menos três mortes suspeitas já investigadas pelas autoridades locais de Belo Horizonte (MG), Pará de Minas (MG), Arcoverde (PE).

Por: Portal ORM com informações de O Liberal

Mega-Sena, concurso 1.924: aposta de Mato Grosso ganha R$ 101 milhões

Uma única aposta de Jaciara (MT) acertou as seis dezenas do concurso 1.924 da Mega-Sena, cujo sorteio foi realizado na noite desta quarta-feira (19) em Franco da Rocha (SP), e ganhou R$ 101,5 milhões.
Veja as dezenas sorteadas: 12 – 16 – 30 – 52 – 53 – 58.
O valor exato do prêmio é R$ 101.484.527,44. A quina teve 188 acertadores, e cada um levou R$ 41.109,03. Outras 11.382 apostas ganharam a quadra, com R$ 970,01 para cada uma.
A cidade de Jaciara fica próxima a Cuiabá, tem 26.519 habitantes, segundo o IBGE.
A estimativa para o sorteio do concurso 1.925, a ser realizado no sábado (29), é de R$ 35 milhões, segundo a Caixa Econômica Federal.

terça-feira, abril 25, 2017

Prefeitura deverá repassar dinheiro da Copa Ouro, dia 10 de maio

Conforme informações do titular da CONJUCEL, Miúdo, o prefeito Valmir Climaco deverá fazer o repasse dos R$ 100 mil para as equipes que irão disputar a Copa Ouro, dia 10 de maio.

A partir dessa data a Diretoria de Esportes do município entrará de vez em ação, para ultimar os preparativos para a realização do evento.

Segundo miúdo, algumas providências já estão sendo tomadas, como a montagem da equipe de apoio que vai trabalhar na execução do projeto, contato com árbitros, além de outras.


Se tem dinheiro para a Copa Ouro, deve ter para o campeonato itaitubense

Semana passada, houve uma reunião na Câmara, da qual participaram alguns vereadores, entre os quais Davi Salomão, Diego Mota, Daniel Martins e Antônia Borroló, com dirigentes da LIDA.

O assunto em pauta foi apoio para o campeonato itaitubense de futebol deste ano.

Hoje, o vereador Davi Salomão usou parte do tempo de sua fala para tratar desse tema.

Ele disse que a LIDA entregou o projeto do certame deste ano, orçado em R$ 75 mil.

"Se a prefeitura tem dinheiro para ajudar as equipes da Copa Ouro, para as quais vai dar R$ 100 mil, deve ter, também, para investir no campeonato itaitubense, cuja valor é menor", disse ele.

Mais tarde, quando falou, seu colega Diego Mota repetiu suas palavras, acrescentando que, enquanto o dinheiro da Copa Ouro é dado para jogadores de fora, no campeonato de futebol do município, os jogadores são daqui mesmo.

Júnior Pires diz que atendimento no Hospital Municipal está crítico

O atendimento no Hospital Municipal está crítico, afirmou o vereador Júnior Pires, segundo o qual, a situação fica muito pior nos finais de semana, porque só há um médico plantonista.

O edil pediu que a prefeitura contrate pelo menos mais um médico para esses plantões de sexta, sábado e domingo, quando a demanda costuma aumentar consideravelmente.

Ele disse que apenas um médico de plantão não dá conta de atender a todos nos momentos de pico.

Diego diz, que privatização da Cosanpa é feita na calada da noite

O objetivo do governador Simão Jatene é privatizar a Cosanpa o mais rápido possível, sem fazer alardes, e sem que os deputados estaduais se deem conta do que está acontecendo.

É o que pensa o vereador Diego Mota, que falou, hoje, na tribuna, sobre esse assunto.

De caso pesando, frisou, ele, o atual governante do Estado permitiu que a Cosanpa fosse sucateada para ter argumentos mais fortes para vendê-la.

Disse ainda o edil, que a principal interessada em adquirir faz parte do grupo Odebrecht Ambiental, braço da maior envolvida nas investigações da Lava Jato e das maiores financiadoras de campanha de Jatene.

Ele concedeu aparte ao vereador Peninha, que disse discordar do colega, porque entende que o poder público não deve ser dono de empresa nenhuma, mas, dar conta da saúde, da educação, segurança pública e outras obrigações.

Diego, ao retomar a palavra, falou que é contra, sobretudo, ao modo como esse processo de privatização está sendo conduzido.

Jailson, velho conhecido de Itaituba, vai bem, obrigado, no comando de Mojuí dos Cammpos

Primeiro prefeito da história de Mojuí (Foto: Joab Ferreira/G1)
Prefeito Jailson Alves, de Mojuí dos Campos
Foto: Joab Ferreira (G1 Santarém)
No final dos anos 1980 e início de 1990 ele brilhou com a camisa do Itaituba, ao lado do irmão Jairo.

Meia-direita de bons recursos técnicos, disciplinado, Jailson conquistou o coração da torcida alvinegra e o respeito dos adversários.

Alguns anos depois que deixou Itaituba, elegeu-se vereador em Santarém, representando o então distrito de Mojuí dos Campos.

Quando a emancipação foi confirmada, elegeu-se o primeiro prefeito do novo município desmembrado de Santarém, assumindo seu primeiro mandato em janeiro de 2013.

Ano passado, como prova de que o povo gostou de seu trabalho, foi reeleito.

Desde que assumiu o cargo, Jailson Alves tem conseguido manter o pagamento dos funcionários municipais em dia.

Hoje, Mojuí tem 828 servidores, com uma folha de pagamento de aproximadamente R$ 1 milhão e meio.

Um detalhe importante é que Jailson tem se comportado com dignidade no cargo, honrando os votos que recebeu.

STF decide que goleiro Bruno voltará para a prisão

STF decide que goleiro Bruno voltará à prisão (Foto: Divulgação)
 Os ministros da Primeira Turma do STF (Supremo Tribunal Federal) decidiram que o goleiro Bruno deve voltar para a prisão. A decisão foi tomada por 3 dos 5 ministros que compõem a Turma: Alexandre de Moraes, relator do caso, Luiz Fux e Rosa Weber.

Condenado pelo assassinato da amante Eliza Samudio, em 2010, ele está solto desde o último dia 24 de fevereiro após um habeas corpus concedido pelo ministro Marco Aurélio Mello, também do STF.

Antes, ele estava preso na Apac (Associação de Proteção e Assistência ao Condenado), Santa Luzia, na região metropolitana de Belo Horizonte.
Embora tivesse sido condenado em primeira instância em 2013, ainda aguardava, quase quatro anos depois, a análise de recurso pelo Tribunal de Justiça de Minas Gerais.

Quando concedeu a soltura, há dois meses, o ministro Marco Aurélio argumentou que Bruno não poderia seguir encarcerado com base em prisão preventiva sem julgamento da apelação em segunda instância. Por isso, decidiu que ele poderia recorrer em liberdade.

"A esta altura, sem culpa formada, o paciente está preso há 6 anos e 7 meses. Nada, absolutamente nada, justifica tal fato", disse Marco Aurélio, ressaltando que a detenção de Bruno continuava sendo de natureza provisória.

(Folhapress)

Peninha faz duras críticas sobre calote das terceirizadas que constroem os portos, apresentando números

O vereador Peninha voltou a falar do calote que terceirizadas contratadas pelas empresas donas dos portos graneleiros de Miritituba, a quais tem causado muitos problemas para o comércio de Itaituba.

Na sessão de hoje ele mostrou detalhes das dívidas contraídas e não pagas.

Disse que o problema é muito mais grave do que parecia antes de tomar conhecimento pormenorizado da situação real.

“O Golpe é bem maior do que imaginamos, pois a cada dia que falamos com alguém na cidade, informações dão conta de dívidas deixadas por essas prestadoras de serviços. Empresas todas sujas no SERASA.

ENJESUL INDUSTRIA E MONTAGENS ELETRICAS LTDA CNPJ Nº 05.701.266/0001-85; QUALITI MONTAGENS INDUSTRIAIS LTDA -ME; CNPJ: 21.165.024/000-70; CALDEMONT MONTAGEM INDUSTRIAL E LOCAÇÃO EIRELI-ME; CNPJ: 15.708.247-0001-34; KAJIWARA ENGENHARIA EIRELI. CNPJ: 04.592803/0001-33”

O vereador apresentou detalhes até então não informados em público.
“ Tem empresa que está sendo executada por débitos de mais de R$ 2 milhões, como no caso a KAJIWARA. Já a empresa QUALITI está com debito de R$ 302.000,00. A empresa ENJESUL está devendo mais de R$ 1.800.000,00. Essas empresas já aplicaram golpes em outros estados brasileiros, como no Rio Grande do Sul, Paraná, Mato Grosso, Minas Gerais e São Paulo.

Se não bastasse as despesas contraídas no comercio local, uma enxurrada de reclamações trabalhistas tramita na Justiça do Trabalho em Itaituba contra as empresas CALDEMONT, QUALITI, ENJESUL e a MAIS MONTAGENS. As reclamações contra essas empresas somam mais de 50 funcionários que procuraram seus direitos trabalhistas.

Esta semana estive fazendo um levantamento dos débitos que estas terceirizadas deram no comercio de Itaituba.

Sancionada lei que cria o Diário Oficial do Município, eletrônico

O Executivo enviou para a Câmara, devidamente sancionada, a lei que cria o Diário Oficial do Município de Itaituba, eletrônico.

A partir de agora, a maioria das publicações de atos do governo, além de outras matérias, serão feitas com rapidez, o que dará maior agilidade a muitas decisões.

Além da previsão em lei local para utilização do Diário Oficial Eletrônico, o Município deve observar as regras inseridas nas legislações federal e estadual sobre a publicação de atos.

 A publicação dos atos oficiais municipais deve fazer-se na conformidade não apenas da lei local, mas também da legislação heterônoma porventura aplicável.

Nos casos em que houver dispositivo legal impondo a publicação no Diário Oficial do Estado e/ou no Diário Oficial da União, tem ela de ser feita naqueles jornais, sob a forma legalmente prevista.

Então, é importante que se saiba, que embora seja uma boa ferramenta para a publicação de atos do governo municipal, há muitas situações em que o governo precisará fazer publicações, ou no Diário Oficial do Estado, ou no Diário Oficial da União, cumprindo exigências legais.

Ônibus do TFD deu o que falar na Câmara

Resultado de imagem para foto do ônibus do tfd de itaituba  Todos os vereadores que se pronunciaram na sessão de hoje, da Câmara, trataram de um assunto que tem sido motivo de muitas discussões nas redes sociais: o ônibus do TFD.

A prefeitura decidiu padronizar um micro-ônibus para conduzir pacientes que precisam de tratamento fora do domicílio para Santarém, e o respectivo retorno para Itaituba.

Tem havido comentários de toda ordem, como questionamentos a respeito de a estrada ter um grande trecho sem pavimentação, o que pode provocar muito desconforto para as pessoas.

Parte das discussões tem sido alimentadas por pessoas que tem algum interesse na continuação da exclusividade do transporte em lanchas, quando não se tratarem de casos graves, para os quais usa-se o avião.

O vereador Júnior Pires disse que considera boa a ideia, mas, é preciso ver as condições dessa viagem; Antônia Borroló afirmou que os pacientes serão acompanhados por uma técnica em enfermagem e que é oferecida alimentação a eles; Maria Pretinha disse acreditar que é preciso dar um crédito para que o serviço seja feito para depois se fazer um balanço sobre os resultados.

Uma das vantagens apontadas pelas duas vereadoras é que o ônibus vai deixar a pessoa em seu local de destino.

segunda-feira, abril 24, 2017

Fim do jejum: Por que não precisamos mais fazer jejum de 12 horas para exame de sangue?

Exames para ver colesterol não precisarão mais de jejum (Foto: Bigstock)Acabou o jejum! Brasileiros não precisam mais deixar de comer antes de fazer exames de sangue que verificam os níveis de colesterol e outros do perfil lipídico. A mudança veio com as novas recomendações do Consenso Brasileiro para a Normatização da Determinação Laboratorial do Perfil Lipídico, divulgados no fim do ano passado e elaborado por diversas entidades médicas, como as Sociedades Brasileiras de Patologia Clínica e Medicina Laboratorial, Cardiologia/Departamento de Aterosclerose (SBC/DA), Análises Clínicas (SBAC), Diabetes (SBD) e Endocrinologia e Metabologia (SBEM).

A mudança ocorre depois de estudos mostrarem que comer alimentos antes dos exames, desde que em refeições habituais e sem exagero na gordura, causam uma baixa ou nenhuma interferência na análise do perfil lipídico do paciente. Pelo contrário, há ainda muitos benefícios.

Como as dosagens nesse estado pós-prandial, ou depois das refeições, são mais práticas, elas facilitam a vida do paciente, que perde menos dias de trabalho, diminui o abandono das consultas médicas por falta de exames e melhora até mesmo a avaliação do risco cardiovascular. “O estado alimentado predomina durante a maior parte do dia, estando o paciente mais exposto aos níveis de lípides nestas condições em comparação com o estado de jejum, representando mais eficazmente seu potencial impacto no risco cardiovascular”, conforme indica o Consenso.

O maior benefício, porém, é com relação a alguns grupos de pacientes, como diabéticos, gestantes, idosos e crianças. “Os pacientes diabéticos ficavam em risco de hipoglicemia, devido ao longo tempo sem consumo de alimentos, assim como as gestantes, idosos e crianças. Mas precisamos esclarecer que apesar da liberação dojejum é recomendado o consumo de alimentos em uma refeição habitual e sem sobrecargas”, explica Myrna Campagnoli, médica endocrinologista e diretora médica do laboratório Frischmann Aisengart, que também aderiu às mudanças no jejum.

Além disso, agora não será preciso mais fazer os exames de sangue logo pela manhã, o que sobrecarregava as unidades laboratoriais com pacientes.

Quais exames não precisam de jejum?
Todos aqueles que fazem parte do perfil lipídico do paciente, sendo eles:
– Colesterol Total (CT);
– LDLC (colesterol chamado de ‘ruim’);
– HDLC (colesterol chamado de ‘bom’);
– nãoHDLC;
– Triglicérides (TG).

Nos resultados dos exames haverão novos valores de referência, referentes a quem não fez o jejum. No entanto, só terão valores diferentes os triglicérides. Os valores dos exames que verificam o Colesterol Total, HDL-C, LDL-C e não-HDL-C continuaram iguais.

Quando será preciso o jejum?
Para a maioria dos pacientes o jejum será optativo, mas alguns grupos poderão precisar da restrição alimentar, de acordo com orientação do médico. De acordo com informações do Consenso, o médico será o responsável por avaliar os casos em que o jejum é necessário como, por exemplo, quando o paciente apresentar uma concentração de triglicérides acima de 440 mg/dL, fora do estado de jejum e sendo considerado como referência o nível desejável até 175 mg/dL. (Notícias UOL)

Câmara de Itaituba é bem avaliada pelo TCM

Brasão de ItaitubaO Tribunal de Contas dos Municípios faz uma avaliação anual da transparência da administração dos presidentes das casas legislativas do Estado.

A Câmara de Itaituba cumpriu 80% do Termo de Ajustamento de Gestão, assinado no TCM pelo presidente João Bastos Rodrigues.

Isso, com referência ao exercício 2016.

Apenas oito municípios alcançaram os 100%.

Afuá, Barcarena, Belém, Marituba, Muaná, Paragominas, São Miguel do Guamá e São Sebastião da Boa vista foram os que cumpriram todos os termos do TAG.

Juntando as mesorregiões do Baixo Amazonas, onde se localiza Santarém, e Sudoeste, Itaituba só ficou atrás de Almerim, que alcançou 92% da meta.

Santarém só cumpriu 48% do TAG 2016.

Salomão Silva, secretário administrativo da Câmara de Itaituba, disse ao blog, que espera que seja possível chegar aos 100% no final deste ano.

Ainda no Sudoeste paraense, municípios como Belterra e Faro cumpriram 0% do TAG.


Pior, só Aveiro, que pelo fato de nem ter assinado o Termo de Ajustamento de Gestão, nem aparece na relação.

PMI contrata psiquiatra para o CAPs

Foto: ASCOM/PMI
A Prefeitura de Itaituba contratou o médico psiquiatra José Ferreira, que irá atender no Centro de Atenção Psicossocial - CAPS II, que estava com grande acúmulo de pacientes necessitando desses atendimentos.

A coordenadora Lucia Helena Lopes disse que agora esses pacientes poderão ser atendidos por esse médico, que é um especialista de renome na região.

Semana passada, alguns vereadores cobraram urgência nessa providência, pois estavam recebendo muitas reclamações de pessoas que precisam desse tipo de atenção.


José Ferreira atuou em Itaituba há poucos anos, como perito do INSS, além de atender pela prefeitura. Foi transferido para Santarém, onde exerce, hoje, suas atividades profissionais.

Editais online

Desde de quinta-feira, 20/04/2017, o blog do Jota Parente está legalmente habilitado a publicar editais, como licenças ambientais de um modo geral.

Demorou, mas, a Junta Comercial do Pará - JUCEPA, deferiu a nossa solicitação feita pela C&C Contabilidade.

Agora, o blog do Jota Parente consta no contrato social de J. Parente & Silva Ltda - ME, que tem o CNPJ: 07.651.465/0001-51.

Engenheiros e técnicos que trabalham com projetos dessa natureza podem entrar em contato conosco pelos telefones: 3518 7778 - 99131 2955 (zap) - 99141 0077 - 98124 3977 (zap) ou 98129 4388.

Estamos à disposição.
 

Edital: Solicitação de Licença de Operação

Blog do Jota Parente - J. PARENTE & SILVA LTDA - ME
14ª Rua – Residencial Verde-Amarelo – Casa 9 – Itaituba – Pará

CNPJ: 07.651.465/0001-51 - Fones: 93 3518 7778 - 99141 0077/99131 2955 – 98129 4388
--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Solicitação de Licença de Operação

E. S. LIMA - FARMACIA - ME, CNPJ: 02.580.159/0001-58, localizado à Travessa Lauro Sodré, n° 17, Bairro Centro, no município de Itaituba Pará, torna público que requereu da Secretaria Municipal de Meio Ambiente - SEMMA/ITB, Licença de Operação (LO) para a atividade de Comércio Varejista de Produtos farmacêuticos, sem manipulação de fórmulas, sob o protocolo N° 239/2017 na data de 31/03/2017.

Dia 14 de Maio, 9º Show de Prêmios Dia das Mães

domingo, abril 23, 2017

Depois da chuva torrencial de sexta passada, prefeitura desobstrui canal

 A chuva torrencial da tarde do feriado de sexta-feira, 21 de abril, causou inúmeros transtornos na cidade de Itaituba e no distrito de Miritituba.
Na sede do município, muitos foram os alagamentos, com dezenas de famílias passando por momentos difíceis.
Muitos perderam quase tudo.
Estudantes da escola Águia do saber que estavam repondo aulas, foram surpreendidos com a enxurrada que invadiu a escola. Uma operação foi montada pelo gestor, secretário de educação e SEMINFRA para retirar os alunos. Com uma camionete, um a um foram retirados de dentro do estabelecimento escolar.
No distrito de Miritituba houve uma série de deslizamentos que levaram pânico aos moradores, uma vez que eles lembraram do que aconteceu em 2011 com vítimas fatais.
Ontem, sábado, a prefeitura iniciou a desobstrução das travessas 15 de Agosto e Justo Chermont, para que a água possa fluir em maior volume.
O local está passando por uma operação de abertura na margem para a colocação de bueiros de maior capacidade para a água ter passagem, evitando futuros alagamentos", conforme falou o prefeito Valmir Climaco.
Com informações e fotos da ASCOMP/PMI (Jorge Campus)

Edição de texto: Jota Parente
-------------------------------------------------
Comentário do blog: No programa O Assunto Este, de ontem, o diretor de urbanismo do município, Gerson Hiller, disse que foi retirado todo tipo de material do igarapé que atravessa as travessas onde os trabalhos estão sendo realizados. De geladeira a colchão, tinha de tudo no local.
Fica claro que, como muitas pessoas não tem educação, somente quando um dia, Deus sabe quando,, for possível fazer a macrodrenagem, momento em que todos esses moradores terão que ser removidos, o problema possa ser resolvido definitivamente.
Retirar o lixo do igarapé é enxugar gelo, embora necessário. Já foi feito em governos anteriores, como na gestão de Roselito, e voltou tudo a ser como dantes.

Ministros chegam à conclusão de que evidências, por mais factíveis que sejam, não valem como prova

 Dois ministros do STF conversam.
Antonio Tabet Foto: O globo
Antônio Tabet (O Globo)
— Roberto, o colega me permite fazer uma pergunta de cunho pessoal?
— Evidente, Marcelo!
— Você acha que a coisa vai ficar feia?
— Ô, se vai!
— Já tá, né?
— Opa! Mas vai piorar.
— Também acho. Muito!
— Quando chegar nele...
— Nossa! Quando chegar nele...
— Imagina a quantidade de gente que vai aparecer aqui na porta!
— Vai parecer Copa do Mundo.
— Copa do Mundo no 7 a 1, né?
— Não. Quis dizer que vai ter muita gente comemorando.
— E protestando.
— Sério?
— Claro, Marcelo.
— Protestando por quê?
— Porque não temos provas.
— Não?
— Não.
— Peraí. É muita coisa, Roberto.
— Tipo...?
— Tipo a venda do acordo de leniência.
— Tá. Mas cadê a grana?
— Tem o repasse ilegal pra campanha deles em São Paulo em troca do tal Certificado de Incentivo.
— Tá. Mas cadê a grana?
— Tem também os milhões para aquela concorrente da “Veja”, a comissão das empreiteiras pro partido dele, o tráfico de influência em Angola, os contratos com a empresa do filho que nunca trabalhou no ramo, as doações ao Instituto, as palestras que ninguém viu, as mochilas recheadas que o assessor do Italiano trazia, a “mesada” pro irmão, além de toda a campanha da outra lá.
— Mas não tem grana, percebe? Cadê as contas no exterior? Cadê os cofres? Precisa de alguma coisa concreta. Prova!
— Tem o sítio, o tríplex e o pedalinho.
— Porra! Mas isso não é grana.
— Não?
— Claro que não. A mulher do Cabral, numa tarde de joalheria, gastava dois sítios e três tríplex desse. E os pedalinhos... Francamente, né?
— Roberto, ele não é que nem os outros.
— Evidente que não, Marcelo. Ele é muito melhor.
— “Pior” você quer dizer.
— Depende do ponto de vista. Contra os outros, nós tivemos provas. No caso dele, vão chamar de inocente, imbecil ou gênio do crime. E olhando bem pra cara dele... Adivinha.
— Mas não é porque ele não ostenta que é menos criminoso, né? Ele pode não ter dinheiro no colchão, mas os amiguinhos e os parentes...
— Aí é que tá. Ninguém vai vir aqui na porta por causa de amigo ou parente. O problema é ele! Depois que o Pelé sumiu, que o Roberto Carlos ficou antipático e que a Xuxa foi pra Record, coitada, parece que ele pegou esse vácuo. Ele é uma espécie de Papai Noel dos alunos melequentos da turma do fundão, sabe? Vão dizer que é tudo perseguição da mídia.
— Roberto, só durante o governo dele foram dezenas de contratos nos “países vermelhos”. Quase todos daquela mesma empreiteira. Podem muito bem ter depositado lá fora. Aí, já era. Os caras não têm nem papel higiênico e você quer o quê? Recibo de propina? Com carimbo cubano? Venezuelano? — riu.
— É sério. Todos os outros incriminados tinham. De um jeito ou de outro.
— Bom... Então você tá me dizendo que se os irmãos dele, o braço direito dele, o partido dele, os marqueteiros dele, o instituto dele, a sucessora dele, o sítio dele, o tríplex dele e até os pedalinhos dele recebiam dinheiro ilegal, ele é inocente porque a grana não tá com ele agora? É isso?
— É isso.
— Precisa da grana.
— Precisa da grana.
— Precisa de prova.
— Precisa de prova.
— Entendi. Poxa, obrigado pela explicação. Vai me ajudar em uma outra aqui.
— Sério? Qual?
— Um suposto assassinato sem cadáver. Vou mandar soltar o goleiro, então.