quarta-feira, outubro 24, 2012

Moradores de Miritituba que perderam casa no deslizamento foram à Câmara

             Moradores de Miritituba estiveram na Câmara nesta quarta-feira para pedir ajuda dos vereadores na questão da distribuição dos terrenos prometidos pela prefeitura.
            Dois representantes usaram a tribuna para expor o que eles reivindicam. A senhora Selma, uma das oradoras, pediu que a área fosse repassada para a Associação dos Moradores, para a mesma cuidar da distribuição.
            O vereador Peninha, falando como líder do governo, explicou que somente a Prefeitura pode fazer a distribuição através do setor de terras. Disse ele, que segundo a SEMDAS, são aproximadamente 180 famílias cadastradas depois da tragédia do deslizamento ocorrido ano passado.
            Quanto à denúncia de que terrenos estão sendo doados para pessoas que nada tem a ver com os desabrigados pela tragédia de 2011, o vereador disse que os empresários de Mato Grosso que deram o dinheiro para a compra da área pediram que fossem reservados alguns lotes para a construção de casas de funcionários de suas empresas.
            O tempo esquentou um pouco quando André Ferreira, da Defesa Civil, que conhece muito bem o problema, porque o acompanha desde o começo, afirmou que terrenos foram prometidos para eleitores de candidatos a vereador.
            O vereador João Crente pediu que ele citasse os nomes dos candidatos envolvidos, mas, André disse que não poderia fazer isso porque não tinha como provar.
O vereador disse que se ele não podia dizer os nomes, não deveria ter ido à tribuna para falar.
            Naquele momento o presidente da Câmara, João Bastos Rodrigues deu o assunto por encerrado, aproveitando para informar que estava sendo preparado um requerimento pelo qual pede providências urgentes da prefeitura para resolver o problema.
            O requerimento foi apresentado e aprovado por unanimidade.